A saúde oriental na sua mesa

30/10/2011 às 6:00 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

afj,Pratos leves, com ingredientes saudáveis, bem equilibrados e nutritivos. A comida japonesa virou moda nos últimos anos e o aumento do número de restaurantes especializados é surpreendente. Bom para os ocidentais, com a oportunidade de se aproveitar de uma alimentação saborosa e ótima para a saúde que dá aos seus criadores uma longevidade ímpar no mundo.
E isso não é lenda. Pesquisa do Japanese-Brazilian Diabetes Study Group (JBDSG) mostra que houve um aumento de 23% para 36% no número de nipo-brasileiros com diabetes. No Japão, são apenas 7%, de acordo com a Atlas da Federação Internacional de Diabetes. Além disso, 20% dos japoneses são obesos no Brasil e apenas 10% em seu país de origem.
Mas qual o segredo?
O principal ingrediente é o peixe. “Os melhores para esse tipo de culinária são o salmão, atum, robalo, namorado, linguado. Este alimento é rico em proteínas e ômega 3, uma gordura especial que faz bem ao coração, reduzindo o colesterol e a pressão arterial.
A soja também tem um lugar importante na gastronomia japonesa. Como a carne vermelha não costuma fazer parte das receitas, o grão a substitui com qualidade. A carne de boi é uma boa fonte de ferro, mas sua ausência na culinária japonesa não é problema, pois a soja também é rica deste nutriente e consegue suprir a demanda sem dificuldade. Além disso, ela auxilia na redução do coleterol ruim (LDL) no sangue, o que evita o acúmulo de gordura nas artérias.
O chá-verde é outra especialidade oriental que caiu no gosto dos ocidentais. Assim como o gengibre e o shitake (cogumelo muito comum nos pratos japoneses, que contém ácido glutâmico, importante para o sistema imunológico), a bebida é antioxidante e combate os radicais livres, desacelerando o envelhecimento.

Anúncios

Afrodisíacos: verdades e mitos

07/10/2011 às 6:00 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Dietas para abrir o apetite sexual flertam com a fantasia de que alguns ingredientes podem fazer milagres pela performance na cama. Que alimentos estimulam o desejo, porém, ninguém ainda conseguiu provar. Não existe nada comprovado sobre a eficácia dos chamados afrodisíacos, que seriam capazes de aumentar a libido. Alguns quitutes, porém, têm composição capaz de gerar benefícios que, somados, podem levar à melhora na capacidade sexual.
O amendoim, por exemplo, é proteico, energético e tem vitamina B3, que estimula a o processo de vasodilatação, facilitando a irrigação de sangue nos órgãos genitais. Mas ninguém deve, por exemplo, parar de tomar um remédio para ereção que esteja prescrito por médico e comer amendoim, pois não vai resolver.
A ostra, outro alimento apontado como nitroglicerina pura, é riquíssimo em zinco, que induz à produção de hormônios ligados ao sexo, facilitando a secreção vaginal. Nada que mexa com o desejo pela relação sexual.
O chocolate também é considerado um afrodisíaco. A fama se deve ao fato de o cacau ser rico em aminoácido, que produz oxido nítrico, que tem efeito vasodilatador. Isso poderia influenciar na ereção e no relaxamento da vagina, mas a quantidade que deveria ser consumida para produzir tal efeito é difícil mensurar.
O que se sabe é que a ingestão de chocolate aumenta a serotonina, melhorando o humor e provocando sensação de prazer, podendo deixar a pessoa mais propensa ao amor. Como o chocolate é um alimento energético também poderia deixar a pessoa com mais ânimo para o sexo.

Saúde temperada

28/09/2011 às 7:00 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário
Tags: , , ,

agmjOs benefícios do alho vão muito além do sabor marcante que ele dá aos mais diversos pratos. Suas propriedades terapêuticas são inúmeras: desde redução nos níveis de colesterol e da pressão sanguínea, até sua capacidade antiinflamatória, vermífuga, anti-séptica. 
Penicilina russa, assim foi chamado o alho durante os períodos de guerra do início do século por ser um poderoso antiinfeccioso. A alicina e a garlicina, substâncias presentes no alho, possuem função anti-bacterianas e por conta de seus compostos sulfurados são normalmente eliminados pela respiração e transpiração, o que facilita sua ação no combate à infecções crônicas e agudas de pele.
A alicina também é capaz de inibir a bactéria causadora da úlcera e apontado como gatilho do câncer gástrico. O alho também é considerado diurético, hipotensor e antitérmico. Seu consumo, de forma terapêutica, pode auxiliar no tratamento contra gripes, resfriados e aftas, por exemplo, além de prevenir o usuário de tumores malignos. Indico o consumo de um dente de alho por dia, para diminuir o colesterol e a pressão arterial.
Cuidados
Atenção na hora de escolher o alho: as cabeças devem ser redondas, firmes e cheias. A parte externa precisa estar impecável e sem manchas e os dentes devem ser firmes, graúdos e unidos.
A armazenagem ideal  do alho deve ser em lugar fresco, preferencialmente frio, isso porque em lugar quente e úmido, há grandes chances de mofar e murchar.

A importância da alimentação para a saúde e bem-estar

26/09/2011 às 7:00 am | Publicado em alimentação, Suplementos | 1 Comentário
Tags: , , , , ,

gnhaerthBem-estar é mais do que simplesmente ter boa saúde. Trata-se de um estado de espírito, um sentimento que inspira cada aspecto da vida. É, por exemplo, ter energia e disposição do início ao final do dia para compartilhar momentos de qualidade sempre superior.
Alcançar o equilíbrio, estar mentalmente e fisicamente ajustado de modo que cada dia possa ser desfrutado da melhor forma possível, independente da idade. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), 70% das mortes nos países desenvolvidos são atribuídas aos Ataques Cardíacos, Câncer e Acidentes Vasculares (derrames). Mais de 50% das causas destas doenças estão relacionadas ao desequilíbrio nutricional. A taxa mundial de doenças letais como diabetes, hipertensão arterial, câncer, doenças coronarianas, acidentes vasculares e suas complicações esta crescendo numa progressão espantosa, bem como outros fatores significativos, que se somados a estas elevam e muito a sua morbidade, tais como: stress, poluentes ambientais e a pressão do dia a dia. Por isso garantir uma alimentação saudável está se transformando em um desafio quase intransponível nos centros urbanos. É aí onde entram os suplementos e os auxiliadores de controle de calorias.

Salada também engorda

23/09/2011 às 9:53 pm | Publicado em alimentação | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

agmfnAliada, principalmente das mulheres, a famosa saladinha, muito utilizada em dietas, pode se tornar a principal causa do ganho de peso. Como os pais diziam: tudo em excesso faz mal e sempre deve haver um equilíbrio entre os alimentos ingeridos.
Os alimentos utilizados na salada devem ser variados, mas também devem ser escolhidos com cautela. Algumas das verduras e legumes utilizados na salada, tanto como os complementos colocados, podem ser influentes no ganho de peso. Em alguns casos podem até ser mais calóricos do que outro prato de comida.
Por falta de informação, as pessoas acabam exagerando no que parece mais gostoso, como a mistura de salada com massas, bacon e principalmente os molhos, sem saber que tudo isso pode se tornar uma bomba calórica. Os pratos de salada devem ser selecionados cautelosamente, evitando o excesso de calorias e preferindo as folhas verdes. O mais recomendável é que o primeiro prato seja uma salada colorida. Se a salada for o prato principal, ela deve ser composta por diversos grupos de alimentos, criando assim um equilíbrio. Dentro da alimentação são muito importantes verduras, legumes, proteínas e algum tipo de gordura, preferencialmente o azeite de oliva extravirgem. Aconselho evitar alguns tipos de frutas na salada como abacate, que além de conter muita gordura também é muito calórico.

Os cocos possuem ações antivirais?

25/08/2011 às 4:10 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário

Sim e combatem bactérias e fungos e ajudam a melhorar o sistema imunológico do organismo. O ácido láurico é uma substância presente no leite materno e é fundamental para a imunidade do organismo.

Quais os benefícios da água do coco seco?

A água do coco não tem efeito significativo no que diz respeito ao emagrecimento, pois não possuem o acido láurico e o monolauril. Mesmo assim ela é considerada uma ótima fonte de nutrientes para o organismo, além de combater a desidratação.

 A gordura presente no coco seco pode ajudar a combater o colesterol ruim? Por que?

As gorduras presentes no coco são consideradas do bem, pois aumentam os níveis de colesterol bom, o HDL, e protegem o coração.

Os cocos possuem ação anti-inflatória? Por que?

24/08/2011 às 4:09 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário

Estas gorduras favorecem a produção de substâncias que protegem o organismo e reduzem as que podem causar inflamações. Como o excesso de peso é considerado um desequilíbrio inflamatório, a ação do ácido láurico e do monolauril se refletem novamente na perda de peso.

Qual a quantidade diária de consumo do coco seco? Quais os malefícios de consumi-lo de forma indiscriminada?

Uma dica é cortar o coco em oito partes e comer uma parte por dia ou é indicado o consumo de 20 a 30 gramas da fruta diariamente na hora do lanche.

Em excesso o coco é calórico e se não houver uma educação alimentar o efeito pode ser contrário ao que se espera – ao invés de emagrecer o indivíduo pode engordar se exagerar no coco e em outros alimentos.

Qual a relação do acido láurico e monolauril no estoque e queima de gorduras?

23/08/2011 às 4:08 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário

O acido láurico e monolauril são gorduras presentes no coco que não ficam estocadas nas células do organismo devido a sua rápida digestão. Como elas são utilizadas como combustível para a geração de energia não ficam acumuladas na forma dos temidos pneuzinhos.

O acido láurico e monolauril estimulam a oxidação dos ácidos graxos e por isso ajudam a reduzir a gordura corporal e a combater o seu acúmulo.

Outro fator positivo é que o coco é rico em fibras, o que auxilia o funcionamento do intestino e aumenta a sensação de saciedade. O coco também é rico em vitaminas, minerais e aminoácidos.

 Qual a relação do ácido láurico com a tireóide?

O acido láurico e monolauril também ajudam a regular o funcionamento da tireóide, o que contribui para o aceleramento do metabolismo, facilitando o processo de emagrecimento.

Alimentação equilibrada no inverno

17/08/2011 às 12:18 am | Publicado em alimentação, inverno | Deixe um comentário

Com três meses de duração, o inverno chega de mansinho no dia 21 de junho e deixa todo mundo cheio de roupa até o dia 21 de setembro. Claro que as temperaturas não seguem exatamente o calendário, mas pode-se ter uma base a partir disso. E quando o frio chega pra valer aumenta o apetite, pois o organismo procura formas para se manter quente e comer é uma delas. De acordo com Maximo Asinelli, nutrólogo e membro da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais, todos devem ficar de olho na dieta. “É importante manter uma dieta saudável e equilibrada mesmo durante os meses mais frios. Nutrientes essenciais a saúde como proteínas, vitaminas, água, minerais, lipídeos e carboidratos não podem faltar”, ressalta. Ele recomenda a ingestão de legumes, que tem baixos índices calóricos, são ricos em fibras e ajudam na digestão. “As sopas preparadas com legumes, verduras, grãos e temperos são uma ótima opção, pois além de esquentarem o corpo, saciam a fome”, afirma.

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.