Reeducação alimentar

30/06/2011 às 10:29 am | Publicado em Controle de peso | Deixe um comentário

imagesA obesidade hoje não é mais um fator secundário. Caracterizada atualmente como doença, é a principal causa de vários problemas cardiovasculares, diabetes, pressão alta e infarto, estando também relacionada a maiores taxas de certos tipos de câncer.
Para a maioria das pessoas, perder peso não é algo fácil. Exercícios físicos e aeróbicos contribuem, e muito, para a queima de gorduras indesejadas e para o bem estar das pessoas. O que muitos não entendem, é que todo esse esforço não gera um resultado satisfatório se não houver também uma reeducação alimentar.
Como o próprio nome já diz, a reeducação alimentar é um processo de reaprendizagem que ocorre através de orientações nutricionais. Neste sistema, o paciente incorpora novos hábitos alimentares baseados em uma dieta saudável. De forma fracionada durante o dia, sem a restrição total de nenhum alimento, o importante sempre é comer com moderação, evitando excessos (os causadores do efeito sanfona).
A importância de uma reeducação alimentar é fundamental para uma dieta saudável. Criar uma reeducação perante as refeições é importantíssimo para manter o correto funcionamento do corpo.
Muitas dietas atuais ditas milagrosas podem até ajudar algumas pessoas a emagrecer, mas as deixam sujeitas a engordar novamente. As pessoas seguem as dietas corretamente, mas os excessos nas refeições posteriores a ela é que ocasionam o famoso efeito sanfona, que é visível principalmente nas mulheres.
Ainda assim, o mais importante é manter um acompanhamento tanto médico quanto psicológico. Em alguns casos, as pessoas precisam de um resgate da sua auto-estima, começando por não sentir medo de comer.

Os cuidados no mês junino

30/06/2011 às 10:01 am | Publicado em Data especial | Deixe um comentário

1Tradicionalmente, como em todos os anos, o mês de junho é marcado pela festa junina. Marcadas por suas comidas e bebidas típicas, as festas de meio de ano devem ser aproveitadas com moderação.
Habitualmente, os cardápios são compostos por diversos tipos de comidas que, consumidas em excesso, podem ocasionar uma mudança no metabolismo do corpo. Inicialmente, como exemplo, o quentão e o vinho quente, por terem teor alcoólico, resultam na alteração de todo o funcionamento do organismo.
As comidas como milho, pamonha, arroz doce, pipoca, paçoca, maçã do amor, pé de moleque, entre outros, são alimentos totalmente e absurdamente calóricos. O consumo excessivo desses alimentos pode resultar em alterações no padrão alimentar da pessoa, causando uma futura dependência alimentar.
O principal perigo de tudo isso, é a obesidade, a qual pode ser responsável por diversos tipos de doença como a hipertensão arterial, diabetes, arteriosclerose, gordura no sangue, derrames, entre outras.
É de fundamental importância manter uma alimentação adequada sem exageros, seja em épocas festivas ou não. O interessante é seguir uma dieta adequada de nutrientes que o corpo necessita, pois só assim será possível manter o funcionamento correto do organismo.
Comer bem é diferente de nutrir-se bem. Sou autor do livro “O mundo mudou, a comida também”, que trata da porção nutricional dos alimentos e da história da produção dos mesmos desde a lavoura até a mesa do consumidor final.
O fato é que hoje, devido aos adubos e fertilizantes químicos, os alimentos acabam “danificados” e não possuem as mesmas porções nutricionais que antigamente. Tudo isso acaba ocasionando uma deficiência de nutrientes em quem consome.
A obesidade pode ser tratada e regulada com alimentos corretos e porções adicionais de nutrientes (suplementos), desde que o paciente esteja realmente interessado em emagrecer.
De toda forma, o correto é cuidar da saúde e manter-se ativo, realizando atividades físicas e cuidando da alimentação. Somente assim é possível emagrecer de forma saudável sem correr riscos de passar pelo famoso efeito sanfona e, assim, evitar problemas sérios futuramente.

Alga marinha a favor da saúde humana

29/06/2011 às 10:48 am | Publicado em Suplementos, Tecnologia | 4 Comentários

algasUma nova arma para o combate de vários problemas de saúde surge dos mares: a Lithothamnium. Esta não é uma alga marinha muito famosa, mas os benefícios que oferece para nossa saúde são tantos, que vale a pena conhecê-la. Ela é rica em mais de 50 minerais de extrema importância para o organismo humano, como cálcio, magnésio, ferro, fósforo, sódio, potássio, iodo, cloro entre outros.
Eu já utilizo suplementos à base dessa alga na clínica. Ela pode ser utilizada em inúmeras terapias. Os nutrientes e minerais que ela guarda são importantes na estimulação das defesas imunológicas – para casos de alergias, infecções crônicas, viroses, herpes –, em processos de anorexia, desnutrição e convalescença, quando é importante o bloqueio dos radicais livres. Casos de fadiga crônica, esgotamento nervoso, stress físico e emocional e depressão também podem ser tratados com auxílio da Lithothamnium.
Processos degenerativos como artrites, artroses, osteoporoses e consolidação de fraturas também podem ser tratadas. A Lithothamnium pode inclusive auxiliar no controle do diabetes. Testes científicos comprovam a eficácia dessas plantas em processos envolvendo a recuperação e crescimento do tecido ósseo e muscular. Uma pesquisa com cavalos de corrida do Jockey Club de São Paulo constatou que a consolidação de fraturas e a recuperação da performance física foram surpreendentemente mais rápidas nos animais cuja dieta continha concentrado da alga.
A Lithothamnium é uma alga marinha calcárea encontrada em todos os mares do mundo. Ao absorverem os minerais do ambiente, elas transformam os componentes químicos em compostos de fácil absorção pelo nosso organismo. A principal função desses minerais é a formação de enzimas, que funcionam como catalizadores orgânicos nas trocas químicas das células. Por isso, são vitais para a sobrevivência das células e do corpo. Trabalhar com esse suplemento vai permitir que possamos ajudar pacientes de várias doenças, não só a obesidade.

Frutas e saladas em cápsulas

28/06/2011 às 10:39 am | Publicado em Tecnologia | Deixe um comentário

sladasÉ difícil escapar do ritmo frenético imposto pelo trabalho, pelas relações, estudos e inúmeros outros afazeres que preenchem nosso dia. A alimentação, muitas vezes, acaba ficando em segundo plano, o que pode gerar diversos problemas de saúde pela deficiência nutricional. E quando pensamos nas frutas e verduras, a situação é ainda pior, principalmente para a primeira opção.
Nesse contexto, os suplementos alimentares têm função estratégica, porque dão o aporte necessário de vitaminas, minerais e outros nutrientes que o organismo precisa. E a tecnologia farmacêutica conseguiu elaborar um produto inovador com ainda mais elementos vitais.
Os franceses criaram as cápsulas de frutas e legumes. Elas reúnem cerca de 20 elementos diferentes, frutas como maçã, damasco, laranja, tomate, mamão, abacaxi, uva, morango, e ainda o extrato de legumes e verduras como brócolis, repolho verde, cebola entre outros. A afirmação dos produtores é que uma grama do produto equivale à ingestão de dez saladas de frutas.
A principal diferença entre este suplemento e os tradicionais do mercado é que a concentração dos antioxidantes dos ingredientes é muito maior. Essas substâncias têm papel central do corpo por combaterem a ação dos radicais livres, causadores de diversas doenças e do envelhecimento. Logo, já se pode imaginar os benefícios de saúde e também estéticos que a pessoa pode ter.
Para se ter ideia, a ação antioxidante pode prevenir e atacar quadros de problemas cardiovasculares, câncer, AIDS e outras doenças relacionadas ao avanço da idade, como catarata, Alzheimer e alterações no sistema nervoso.
Claro, não se pode partir para a suplementação alimentar, achando que não precisa mais comer. É como o próprio nome diz, eles são complementos, ou seja, o que não foi possível adquirir com a alimentação normal, essas cápsulas podem ser muito úteis. No caso de uma pessoa que não costuma comer frutas ou salada ou não tem tempo, é uma alternativa interessante.
Mas lembro que é sempre importante consultar um médico especializado na área alimentar antes de começar a dieta com as cápsulas, ou qualquer outro tipo de suplemento. É necessário conhecer bem o funcionamento de seu organismo para saber de que forma ele está absorvendo nutrientes, quais estão em excesso e em falta. Isso é fundamental para manter o equilíbrio nutricional e garantir que o uso das cápsulas seja ainda mais positivo.

Leite magro auxilia na queima de gordura

27/06/2011 às 1:33 pm | Publicado em Controle de peso | Deixe um comentário

imagesSegundo uma pesquisa realizada pelo Instituto de Nutrição da Universidade de Tennessee, em Knowville, o cálcio de lacticínios com baixo teor de gorduras contribui decisivamente para a queima de gordura no corpo humano. O cálcio com alto teor de gordura é um grande fator para se chegar à obesidade e, que por essa primeira instância as pessoas cortam todos os tipos de lacticínios de suas dietas. No experimento, os pesquisadores cevaram filhotes de camundongos, para engorda. Durantes seis semanas, os animais foram tratados com alimentos ricos em gordura e açúcar. Neste período, todos tiveram um aumento de gordura de 27%. Uma parte dos camundongos foi então separada para receber uma dieta pobre em calorias. Sendo que um desses quatro grupos passou a ser alimentados com suplementos de cálcio e os dos outros três grupos com leite em pó com teores altos, médios e baixos de gordura. A quantidade de gordura no corpo dos animais reduziu sensivelmente com a dieta a base de alto teor de cálcio. Os camundongos que foram submetidos à dieta alimentar e receberam suplementos de cálcio perderam 42% do seu peso, e os que só fizeram a dieta, sem os suplementos, perderam 8%. No entanto, o cálcio contido em lacticínios foi o que apresentou maior resultado: os que foram tratados com leite em pó com médio teor de cálcio perderam 60% de suas gorduras, e os que foram tratados com alto teor de cálcio perderam 69%. A diferença desse tipo de dieta não quer dizer que o cálcio é o causador desse resultado e sim que seguido de uma alimentação correta, sem exclusão de lacticínios, acaba favorecendo na queima de gorduras. Indiferente disso, ainda é preciso tomar certos cuidados. Muitas pessoas são intolerantes à lactose e com base nisso, é interessante procurar alimentos que possam suprir as necessidades de cálcio.

Elabore uma lista com alimentos baratos para a leitora preservar a saúde e emagrecer

17/06/2011 às 8:25 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário

Dr. Maximo Asinelli responde:
– Frutas e verduras da estação.
– Carne branca
– Ovos
– Cereais
– Raízes, como mandioca e cenoura.
– Repolho
– Sardinha
– Abóbora
– Aveia
– Grãos

Quais são os benefícios do arroz e do feijão para a saúde e emagrecimento?

15/06/2011 às 8:23 am | Publicado em alimentação | 1 Comentário

Dr. Maximo Asinelli responde:
O arroz e o feijão constituem a base da alimentação da maioria dos brasileiros e possuem fibras que melhoram a função intestinal e reduzem os níveis de colesterol no sangue.
O arroz ajuda a prevenir doenças do coração e do sistema digestivo, regula o intestino e não contém glúten nem colesterol. Na versão integral, o arroz contribui para a melhora de falta de memória, prisão de ventre, auxilia no tratamento de alergias, doenças de pele, aumenta a saciedade e ajuda a prevenir a osteoporose.
Já o feijão ajuda a reduzir o colesterol, possui alto teor de fibras, protege o coração, estabiliza os níveis de açúcar no sangue, é rico em ferro, beneficia a memória e é fonte de proteínas.

Como esse grupo pode ajudar a emagrecer?

14/06/2011 às 8:21 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário

Dr. Maximo Asinelli responde:
Desde que o indivíduo pratique exercícios físicos regularmente e mantenha uma dieta equilibrada, que contenha todos os grupos alimentares é possível emagrecer. Ao praticar atividade física, o organismo promove a quebra das gorduras, auxiliando no emagrecimento.

Como escolher as melhores opções?
Azeite, óleos vegetais, açaí, abacate, nozes e castanhas.

Qual a função dos lipídeos no organismo?

13/06/2011 às 8:20 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário

Dr. Maximo Asinelli responde:
Os lipídeos podem ser definidos como gorduras. Eles não são solúveis na água e tem várias funções no organismo. Eles fornecem energia para as células, participam da composição de membranas celulares, atuam como isolantes térmicos e facilitam algumas reações químicas que acontecem no organismo. Os lipídeos também armazenam e transportam combustível metabólico e dão origem as chamadas moléculas mensageiras, como os hormônios.

Como escolher as melhores opções?

12/06/2011 às 8:19 am | Publicado em alimentação | Deixe um comentário

Dr. Maximo Asinelli responde:
Frutas, verduras, legumes, cereais, alimentos integrais, grãos e folhas de cor verde escura são as melhores opções. Quanto maior for o consumo de fibras, maior deve ser o consumo de água.

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.